Associação internacional promove o uso da blockchain para o mercado imobiliário.

Associação internacional promove o uso da blockchain para o mercado imobiliário.

Dez | 2017 – A IBREA, International Blockchain Real Estate Association, associação que promove o estudo e as aplicações da blockchain para o mercado imobiliário, fundada em 2013, vem desempenhando importante papel na compreensão jurídica, educacional e comercial da blockchain para a indústria imobiliária.

Promovendo eventos e intercâmbios, a IBREA já conseguiu reunir especialistas que representam a entidade em mais de 17 países. Seus membros são compostos por profissionais de TI, líderes do mercado imobiliário, CEO de empresas imobiliárias, membros da academia, investidores, startups e desenvolvedores de open source e criptografia.

Na mais recente conferência, ocorrida no mês de outubro em Nova Iorque, o fundador da IBREA, Ragnar Lifthrasir apresentou diversos projetos já em curso e outros em fase de implantação que já utilizam a blockchain. Um dos exemplos de sucesso é o uso da tecnologia para digitalização e validação dos títulos de propriedade, domínio exclusivo dos cartórios no Brasil (com piloto já em curso no cartório de registro de imóveis em Pelotas RS). Outro projeto apresentado foi o velox.re que propõe uma solução verticalizada, desde a digitalização do registro aos dados do proprietário e do imóvel.

Blockchain

As aplicações são inúmeras e debatidas com frequência. O uso de tokens para captação de recursos, os contratos inteligentes para locação e transações imobiliárias (tradicional e compartilhados), o uso de criptomoedas para venda e locação e o fracionamento da propriedade, são os temas mais recorrentes. Mas seja qual for o interesse, o consenso é que há um enorme ganho com a transparência e a segurança nas transações. Existem estudos que apontam uma ligação direta entre a transparência de um mercado imobiliário e o volume de investimentos estrangeiros que consegue atrair. Uma publicação recente da JLL Global Real Estate Transparency Index (GRETI), demonstrou que os 10 mercados mais transparentes do mundo atraíram 75% dos investimentos globais em imóveis comerciais.

Nessa direção, o governo de Dubai anunciou (em outubro de 2017) que até 2020 o registro de todos imóveis será realizado por meio da blockchain. Coordenado pela Emirates Real Estate Solutions (ERES), o projeto contempla todos os dados do imóvel, como o registro das cotas de propriedade, averbações e qualquer outra informação relevante, de forma a garantir mais segurança, transparência e facilidade. A proposta é oferecer um serviço de informações completas para as transações imobiliárias e sem a necessidade de recorrer a uma entidade governamental.

A blockchain oferece uma plataforma aberta, um protocolo universal para aquisição, transmissão, gravação, depósito de títulos, crowdfunding e muito mais. O seu uso pode reduzir os custos, eliminar a fraude, acelerar as transações, aumentar a privacidade financeira, internacionalizar os mercados e transformar o imóvel num ativo líquido. São vastas as possibilidades e como membro da IBREA e representante da entidade em Minas | Brasil, a Netimóveis busca reunir outros profissionais e empresas que desejam contribuir para o estudo e o compartilhamento dessa nova tecnologia.

 

Ariano Cavalcanti de Paula
Netimóveis Brasil
IBREA | Chapter Chair MG

Ariano administrator

Deixe seu comentário